Assine a nossa newsletter

Cadastre o seu e-mail para receber notícias sobre a Centaurea e outros conteúdos exclusivos de logística.

    Gestão sustentável e economia compartilhada no comércio exterior

    Os loucos vieram neste mundo para confundir os sábios, assim diz as escrituras:

    1Corintios27 : “Mas Deus escolheu o que para o mundo é loucura para envergonhar os sábios e escolheu o que para o mundo é fraqueza para envergonhar o que é forte” (NVI)

    De fato, quantas vezes fomos chamados assim: “Loucos”! Tínhamos tudo planejado, pronto para ser “o ano da virada” e entretanto, este tornou-se um ano totalmente atípico, que virou a vida de muita gente de pernas para o ar. 

    É difícil acreditar que muitos projetos não “aconteceram” neste ano como planejado, mas ao mesmo tempo, é interessante analisarmos como 2020 também veio para nos mostrar que a nossa “loucura” não era tão irreal assim.

     A CENTAUREA é uma marca que vem se posicionando desde 2012, quando do nascimento da VISION LOG, uma das empresas do grupo, integrante do grupo MARCOPOLO LINE (MPL), muito antes de sua fundação.

    A sócia e fundadora Alessandra Lopasso é uma das primeiras mulheres na America Latina a compor o time de agentes do network MPL, fundado há 16 anos atrás, e uma das agregadoras mais presentes no grupo, tendo a marca de participar de 99% dos eventos do grupo até o momento.

    De fácil comunicação e fluente em várias línguas, sempre vem à memória de seus parceiros e amigos como referência estratégica no Brasil e na América Latina que sempre proporcionam oportunidades de desenvolver um conjunto de negócios.

    Há 5 anos à frente do grupo Centáurea, a CEO agrega à empresa e parceiros, sua expertise de 30 anos no Comércio Exterior, constituída para se tornar competitiva, ágil, com estrutura flexível e enxuta.

    A empresa, além de trazer sua presença e qualidade de atendimento ao comércio exterior, se preparou para enfrentar os desafios de uma economia volátil ao qual nosso país, o Brasil sempre enfrentou antes mesmo de se tornar bandeira ostensiva.

    Aliás, de lá pra cá tudo mudou: a estrutura física abriu espaço para agregar clientes e fornecedores ao invés de funcionários, que por sua vez, deixaram de existir e se tornaram donos, donos de um negócio sustentável e de uma marca forte e inovadora.

    Os servidores subiram às nuvens e a comunicação também, permitindo o atendimento a qualquer cliente, parceiro ou fornecedor em qualquer lugar do mundo, sem estarmos presos em quatro paredes.

    Investimentos com inteligência de comunicação, estruturas de alta qualidade e sistemas foram canalizados e um esforço de todos tornou o custo fixo da empresa de 68% da sua margem bruta para 35% em menos de 5 anos, sem que caísse a qualidade ou fluxo de negócios.

    Tudo isso antes de 2020. Ao entrarmos neste ano corrente, a empresa estava preparada para ser apresentada ao mercado, mas quem iria entender que tudo isso era bom?

    Infelizmente a pandemia trouxe mortes, fechamento de empresas, retração econômica para o mundo todo, mas também revelou ao mercado um entendimento a respeito do que realmente tem valor.

    Algo que a Centáurea já vinha provando em sua própria historia. É possível multiplicar ao dividir. A matemática fecha à medida em que a economia se torna compartilhada, dentro de um ecossistema de autogestão e não centralizado.

    O nosso trabalho é remoto há mais de 5 anos e os desafios de comunicação foram vencidos através dos investimentos realizados nos meios e mais do que isso, a padronização do atendimento levado ao nível de excelência e exercido com responsabilidade não por gerentes ou por coordenadores, mas pelos próprios gestores desta marca que veio ao mercado para transpor barreiras e quebrar paradigmas do comércio exterior, atividade quase que mística onde se cria dificuldades para vender-se facilidades.

    Um ambiente onde a comunicação é clara e os números são transparentes dentro de seus membros, não deixa espaço para meias verdades.

    Este é o ambiente que queremos ver em todos os lugares, este é o concorrente que queremos encontrar. Este é o cliente que queremos atender, este é o fornecedor que queremos ter como parceiro.

    2020 trouxe um novo normal e é desejado que este novo normal transforme os ambientes de trabalho e as cabeças dos trabalhadores. Que o empreendedorismo seja uma ferramenta honesta para se chegar lá, e mais além.

    Este ano registrará na historia acontecimentos marcantes em todos os aspectos: econômicos, políticos, sociais e sobretudo, um impacto muito forte na vida das pessoas.

    Segundo Alessandra Lopasso, a CEO do Grupo Centaurea, é desejável que todos os indivíduos que formam o mercado, compreendam que negócios são baseados em pessoas. Essa mentalidade é compartilhada com todos os gestores e parceiros comerciais do grupo Centaurea.

    E em 2020 diante de tantas incertezas, temos uma certeza: os loucos do passado tiveram uma visão de futuro, coragem para quebrar paradigmas e hoje usufrui os benefícios de uma estrutura flexível, sustentável que preparou a empresa e todos seus gestores para os desafios enfrentados por todo o mundo nos dias atuais.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    Últimos comentários

    Centaurea

    ""